Como instalar o PHP manualmente no Windows Server

Olá pessoal, hoje irá ser um artigo muito interessante e que vale a pena saber quando a gente precisa de urgência e “desenrolar” determinado serviço no qual estamos designados de fazer. O que aconteceu foi que, nossa empresa realizou nesses dias a troca da estrutura de um servidor completa onde todos os dados presentes no servidor antigo tiveram que ser atualizados e instalados em um novo servidor Windows. Para isso, foi preciso formatar o novo servidor e instalar novamente todos os serviços necessários para que os sistemas funcionem perfeitamente.

Geralmente quando precisamos instalar o PHP no Windows Server em qualquer versão, eu baixo o Web Platform Installer que é uma extensão do IIS onde podemos instalar diversas aplicações pré-prontas e linguagens de forma simples e direta sem configurações complexas. Quando instalo este programa, vou na busca e procuro por PHP e já baixa todas as informações necessárias e em 2 minutos o PHP já está rodando em nosso servidor.

Nesta ocasião que estamos relatando, o WPI estava com um problema temporariamente devido a alguns links que estavam quebrando e alguns erros que o programa estava apresentando. Nos fóruns da Microsoft, vários usuários já abriram tópicos e os próprios desenvolvedores já reconheceram os erros que estavam relatados e pediram paciência para quem for precisar instalar PHP usando o WPI que o problema será sanado em breve…. ficou a dúvida… e agora? Como vou botar o PHP pra rodar com urgência?

Foi preciso estudo e pesquisa e por isso to aqui pra passar pra vocês como instalar o PHP manualmente no Windows Server.

Primeiros passos

Antes de mais nada, você precisa ter o IIS rodando no seu servidor, com as extensões de CGI e Handler Mappings instaladas. Depois, acesse o link (https://windows.php.net/download#php-7.2) para baixar o pacote do PHP para windows com CGI. Quando baixar, crie uma pasta no C: nomeada de PHP. Veja um exemplo abaixo:

Ordem das pastas do PHP no Windows Server
Ordem das pastas do PHP no Windows Server

O segundo passo é renomear o arquivo php.ini-production para php.ini e abra esse arquivo com um editor (Pode ser o notepad) para que possamos realizar algumas configurações nele. Siga abaixo de como fazer as devidas configurações.

  • Procure pela linha fastcgi.impersonate e coloque valor 1. Ex.: fastcgi.impersonate = 1
  • Procure pela linha cgi.fix_pathinfo = 0 caso não tenha, coloque-a no final do arquivo.
  • Porucre pela linha cgi.force_redirect = 0 caso não tenha, coloque-a no final do arquivo.
  • Configure a variável open_basedir para apontar para onde seu site ou sistema deverá ficar acessível.
  • Configure a variável extension_dir para onde está localizada a pasta de extensões do PHP. Geralmente está no mesmo diretório do PHP dentro da pasta /ext.
  • Configure a variável error_log=”C:/temp/php_erros.log” geralmente você pode configurar conforme está indicado, porém fica a seu critério.
  • Pesquise pela lista de extensões disponíveis dentro do arquivo e descomente a linha que você quer habilitar. Por exemplo, se você quer habilitar a extensão do LDAP (php_ldap.dll), basta retirar o ponto e vírgula que está no início da linha e pronto, a extensão do PHP estará habilitada.
  • Salve e feche o editor.

Agora, vamos configurar a variável de ambiente com o PHP. Para isso, vá no menu iniciar, abra o painel de controle e clique no ícone sistema. Na janela que abriu, clique no link Configurações avançadas do sistema na seção da esquerda e na janela que abrir, clique no botão inferior Variáveis de Ambiente. Selecione agora a variável PATH e na seção Variáveis do Sistema e adicione no fim da linha o seguinte: c:\php veja conforme a imagem abaixo:

Editando a variável de ambiente do Windows Server
Editando a variável de ambiente do Windows Server

Feito tudo como está indicado acima, agora salve o arquivo e vamos configurar o IIS agora para que consiga compilar o PHP corretamente.

Configurando o IIS para rodar o PHP

Abra o IIS e dê um clique duplo no item  Mapeamentos do Manipulador.

Configurações do IIS
Configurações do IIS

Depois dentro do painel, clique em Adicionar Mapeamento de Módulo.

Configuração de mapeamento de módulo
Configuração de mapeamento de módulo

Agora digite as informações conforme indico abaixo:

  • Caminho da solicitação: *.php
  • Módulo: FastCGImodule
  • Executável: C:\php\php-cgi.exe
  • Nome: FastCGI
Configuração de mapeamento de módulo
Configuração de mapeamento de módulo

Salve e agora vamos incluir o mapeamento de arquivos índices do servidor. Para isso, na página inicial do IIS, vá no item Documento Padrão e clique duas vezes, quando abrir as configurações, clique no link adicionar no painel do lado direito e na janela que aparecer, digite index.php e salve.

Pronto, a princípio já temos o PHP devidamente configurado em nosso servidor, agora temos que testar se realmente está funcionando. Para isso, vá na pasta c:\inetpub\wwwroot\phpinfo.php e crie um novo documento de texto vazio e escreva dentro dele o seguinte código: <?php phpinfo(); ?> salve e feche com a extensão .php e abra seu navegador, digite http://localhost/phpinfo.php

Caso abra esta tela abaixo, o PHP está configurado corretamente, parabéns!

Caso não apareça ou nada aconteça, revise os passos. Veja se não tem algo configurado errado no arquivo php.ini ou se indicou o caminho correto, mesmo assim não tiver resolvido, comente aí embaixo que a gente tenta te ajudar!

Bom, por hoje é só pessoal, espero que tenham gostado do assunto abordado e qualquer dúvida ou acréscimos ao conteúdo ficamos muito felizes. Não esqueçam de compartilhar com seus amigos que estejam precisando, pelo Whatsapp ou pelo Facebook! Valeu!

Como instalar o PHP manualmente no Windows Server
5 (100%) 1 voto

Deixe uma resposta