Instituto Metrópole Digital

Aluno do IMD recebe medalha em Olimpíada de Informática

O aluno do Talento Metrópole e do Bacharelado em Tecnologia da Informação (BTI) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Victor Agnez, foi classificado em primeiro lugar geral na Olimpíada Iberoamericana de Informática, cuja medalha de ouro foi entregue durante a cerimônia da Olimpíada Internacional de Informática, ocorrida em Kazan, na Russia, no mês de agosto. A medalha foi entregue à delegação brasileira presente ao evento.

Instituto Metrópole Digital
Instituto Metrópole Digital

Victor já tinha sido medalha de prata na Olimpíada Brasileira de Informática, realizada em 2015, tendo sido selecionado para participar da Olimpíada Internacional, e habilitado para participar da Olimpíada Iberoamericana, ocorrida em 22 de julho de 2016. Sem condições de participar do evento, ele competiu com mais cem estudantes, classificando-se em primeiro lugar e levando uma das quatro medalhas de ouro.

Essas participações e prêmios são muito importantes, ressalta Victor, porque estimulam o estudo e ajudam a desenvolver o raciocínio lógico. “E também contam muito a favor na empregabilidade do profissional”, acredita. A próxima meta é estudar para a Maratona de Programação e, quem sabe, se classificar para a fase mundial, que acontece em 2017. Para conseguir esta nova conquista Victor está trabalhando juntamente com os estudantes Hélio Duarte (BTI/IMD) e Railton Thales ( Engenharia da Computação/UFRN).

Veja a lista completa dos participantes da Olimpíada Iberoamericana de Informática no link.

Tecnologia da Informação e Comunicação

Representantes de 20 localidades já estão inscritos para o II Fórum de Cidades Digitais dos Campos Gerais

Em tempos de recessão econômica e momento pré-eleitoral, no qual novos projetos serão propostos nos municípios, evento torna-se estratégico por estimular o uso das Tecnologias da Informação e Comunicação no desenvolvimento das localidades

No próximo dia 07 de Julho, gestores da região reúnem-se no Cine Teatro Ópera, em Ponta Grossa, com olhar nas cidades inteligentes para a solução de diversos problemas urbanos. O foco do II Fórum de Cidades Digitais dos Campos Gerais, organizado pela Rede Cidade Digital (RCD) em parceria com a Prefeitura de Ponta Grossa e Associação de Municípios dos Campos Gerais (AMCG), são as Tecnologias da Informação e Comunicação para aprimorar os serviços públicos e desenvolver as localidades.

Tecnologia da Informação e Comunicação
Tecnologia da Informação e Comunicação

Representantes de 20 localidades já estão inscritos no evento que abordará temas como comunicação e relacionamento dos cidadãos, aumento de arrecadação, digitalização de documentos, planejamento e execução de projetos que estão proporcionando para alguns municípios dos Campos Gerais otimizar a gestão, reduzir custos e, principalmente, facilitar a vida da população com o uso da internet. “Será a oportunidade para que prefeitos, gestores e vereadores compartilhem experiências e conheçam ideias para aplicar em seus municípios. As cidades que estiverem preparadas para o momento de crescimento econômico do país sairão na frente no processo de desenvolvimento, já que se tornarão mais atrativas por esse ambiente de inovação e conectividade”, afirmou o diretor da Rede Cidade Digital (RCD), José Marinho, informando que a programação completa estará disponível no início da próxima semana.

Em 2015, a primeira edição realizada também em Ponta Grossa contou com a apresentação de algumas cidades digitais da região como Telêmaco Borba, Piraí do Sul e Engenheiro Beltrão. Segundo o diretor da RCD, os fóruns e congressos promovidos têm estimulado o surgimento de iniciativas pelo país. “Carambeí, por exemplo, vai mostrar como tem investido em tecnologia para melhorar os serviços e o atendimento ao cidadão”, adianta Marinho.

O II Fórum de Cidades Digitais dos Campos Gerais tem o patrocínio prata do SAJ Procuradorias e apoio da Associação das Empresas de Tecnologia da Informação, Software e Internet no Paraná (ASSESPRO-Pr). As inscrições são gratuitas para servidores públicos e devem ser feitas pelo http://forum.redecidadedigital.com.br/pontagrossa.

Serviço:

II Fórum de Cidades Digitais dos Campos Gerais
7 de Julho
Ponta Grossa
Cine Teatro Ópera
Início: 8 horas
Inscrições gratuitas para servidores públicos
http://forum.redecidadedigital.com.br/pontagrossa/

Brent Lewin/Bloomberg

WhatsApp ganha versão gratuita para computadores

Quem estava ansioso por uma versão do WhatsApp para computadores – e não só para a web – foi atendido. A empresa lançou, nesta semana, edições do seu aplicativo de mensagens para computadores com sistema Windows e para Macs, que rodam o OS X.

O programa, que é gratuito, é uma versão do WhatsApp Web que funciona fora do navegador. Assim como a interface, a usabilidade também não muda. Utilizando seu smartphone, é preciso escanear um QR code na tela e começar a conversar com os seus amigos – com o benefício de um teclado físico e uma tela grande.

Ainda é necessário estar com o smartphone sempre por perto. O motivo é que o histórico fica armazenado no seu aparelho, e não nos servidores da empresa (o que já rendeu problemas judiciais ao WhatsApp no Brasil). Segundo o CEO da companhia, Jan Koum, a medida visa a segurança dos dados dos mais de 1 bilhão de usuários do app, dos quais, 100 milhões estão no Brasil.

Nesse programa do WhatsApp para computadores, você pode mandar mensagens de voz, mídias, textos, documentos ou emojis, além de poder ver os contatos da agenda. Ou seja, basicamente é possível fazer tudo que você faz no smartphone.

Brent Lewin/Bloomberg
Brent Lewin/Bloomberg

Uma vantagem do software em relação à sua versão para a web é a maior integração com o sistema operacional do usuário. No caso do Windows, por exemplo, você pode iniciar uma nova conversa utilizando o atalho de teclado Ctrl + N.

Fonte: Exame.