Falsa promoção do Carrefour no WhatsApp infecta mais de 8 mil

Uma falsa promoção do Carrefour que está circulando pelo WhatsApp já infectou mais de oito milhões de brasileiros, segundo a empresa de segurança digital PSafe.

falsa-promocao-do-carrefour-no-whatsapp-infecta-mais-de-8-mi

A mensagem solicita a participação em uma pesquisa e oferece a chance do participante receber um vale-compra no valor de R$ 500. Mas, ao clicar no link, a vítima é direcionada para uma página maliciosa que vai viabilizar a invasão do celular.

Na falsa página do Carrefour, o usuário é convidado a responder quatro perguntas, tais como “Você é um cliente habitual?” ou “Você já resgatou cupons de desconto no Carrefour?”, além de ser induzido a compartilhar a “pesquisa” com dez amigos via WhatsApp, com a promessa de receber o voucher de R$ 500.

Na quarta e última etapa do golpe, a vítima é direcionada para o preenchimento de um cadastro. Ao divulgar as informações pessoais, o usuário corre grandes riscos de ter seus dados expostos, ser cadastrado em serviços de SMS pago, baixar um aplicativo malicioso e até ter prejuízos financeiros.

Em nota, o Carrefour informa que a página de promoções, brindes e vale-presentes, criada recentemente em nome da companhia, não pertence à empresa. “Nossas promoções são divulgadas exclusivamente por meio de inserções publicitárias ou por meio do site e dos canais oficiais nas redes sociais”, acrescentou  a empresa.

De acordo com a PSafe, esse tipo de golpe tem sido cada vez mais frequente por não requerer alto nível de conhecimento técnico por parte dos hackers e ter alta disseminação, já que muitas pessoas têm o hábito de divulgar promoções para seus conhecidos sem checar se são verídicas ou não.

Caso você tenha caído no golpe, é recomendado desinstalar o app malicioso, baixar um antivírus e fazer uma varredura no aparelho. É preciso ficar atento ainda ao cadastro em supostos programas pagos de SMS. Portanto, entre em contato com a operadora e solicite o cancelamento dos falsos serviços.

Como se prevenir

A PSafe recomenda que se desconfie sempre de promoções exageradas, principalmente quando anunciada fora dos canais oficiais da marca. Nunca disponibilize dados pessoais ou propague links antes de certificar-se que a oferta é real.

É recomendável ainda o uso de antivírus no celular, que funciona como uma barreira de segurança para garantir a privacidade dos seus arquivos e impedir que os hackers tenham acesso ao seu aparelho.

Fonte: Uol

WhatsApp ganha versão gratuita para computadores

Quem estava ansioso por uma versão do WhatsApp para computadores – e não só para a web – foi atendido. A empresa lançou, nesta semana, edições do seu aplicativo de mensagens para computadores com sistema Windows e para Macs, que rodam o OS X.

O programa, que é gratuito, é uma versão do WhatsApp Web que funciona fora do navegador. Assim como a interface, a usabilidade também não muda. Utilizando seu smartphone, é preciso escanear um QR code na tela e começar a conversar com os seus amigos – com o benefício de um teclado físico e uma tela grande.

Ainda é necessário estar com o smartphone sempre por perto. O motivo é que o histórico fica armazenado no seu aparelho, e não nos servidores da empresa (o que já rendeu problemas judiciais ao WhatsApp no Brasil). Segundo o CEO da companhia, Jan Koum, a medida visa a segurança dos dados dos mais de 1 bilhão de usuários do app, dos quais, 100 milhões estão no Brasil.

Nesse programa do WhatsApp para computadores, você pode mandar mensagens de voz, mídias, textos, documentos ou emojis, além de poder ver os contatos da agenda. Ou seja, basicamente é possível fazer tudo que você faz no smartphone.

Brent Lewin/Bloomberg
Brent Lewin/Bloomberg

Uma vantagem do software em relação à sua versão para a web é a maior integração com o sistema operacional do usuário. No caso do Windows, por exemplo, você pode iniciar uma nova conversa utilizando o atalho de teclado Ctrl + N.

Fonte: Exame.