O que é Ransomware e como se proteger

O que é Ransomware e como se proteger

Aprenda nesta postagem de forma simples e direta o que é Ransomware e como proteger sua empresa deste ataque

Oi personas!

Hoje venho abordar um assunto um pouco complicado para os iniciantes e que causa terror para quem administra servidores e gerencia dados. Vamos falar hoje sobre o Ransomware. O nome parece uma marca de Computador (rsrsrs) mas não é! Trata-se de um tipo de Malware, em outras palavras, um tipo de programa de computador mal-intencionado, que tem a finalidade de restringir o acesso a certas partes de dados e a intenção do programa é pedir um certo “resgate” para desbloquear a informação.

O que é Ransomware e como se proteger
O que é Ransomware e como se proteger

O que é Ransomware?

Basicamente é um programa de computador que bloqueia seus dados e pede um valor em troca para desbloquear. O termo ‘ransom’ vem do inglês que significa “Resgate”.

Este tipo de termo surgiu lá pelo ano de 1989, mas foi a partir dos anos 2000 que este tipo de vírus ganhou mais força se divulgando e sendo muito usado entre os criminosos. Para você ter uma ideia de como este tipo de ataque é usado, de acordo com uma pesquisa feita pelo jornal Britânico The Guardian, aproximadamente 40% de todas as empresas já tiveram um ataque deste tipo entre os meses de agosto de 2015 e de 2016. Surreal não?!

Um custo devido a este tipo de vazamento de informação, custa as grandes empresas quase R$ 4.5 milhões, certamente não tiveram o devido cuidado sobre este tipo de ataque ou não tiveram a segurança suficiente para que o ataque não seja efetivado.

Alguns especialistas de internet, afirmam que este tipo de ataque é o crime perfeito, pois são complexas as formas de identificação e rastreio imposta por quem realiza este tipo de ataque. As dificuldades advém das técnicas de navegação utilizadas que são da rede Tor (The Onion Router) a tal da Deepweb e também as formas de pagamento de resgate aceitas pelos Crackers, normalmente realizados através de dinheiro virtual, o bitcoin.

Bom, agora que sabemos o que é Ransomware veremos abaixo como se proteger de possíveis ataques em sua empresa. Ninguém quer ter dados comprometidos não é mesmo?

Como se proteger de Ransomware

Veremos abaixo oito dicas práticas e usuais:

  • A primeira dica é fazer backups. Simples não é? Porém é o mais importante. Realize regularmente cópias de segurança de seus dados críticos. Caso não for possível no momento realizar uma cópia de todo o sistema, então pelo menos dos arquivos de configuração e dos bancos de dados. Uma ideia recomendada, é realizar a cópia dos dados em vários locais, em mídias externas, datadas e criptografas contra acesso não autorizado.
  • Sua empresa usa servidores de e-mail corporativo? Melhore e revise as regras de SPAM no servidor de e-mail. Bloqueie e-mails que contém links de remetentes não conhecidos e não permita anexos maliciosos.
  • Desconfiar sempre das mensagens aleatórias inesperadas mesmo que sejam de familiares conhecidos, pois o vírus se propaga de maneira aleatória e não escolhe os alvos.
  • E-mails bancários são sempre uma forma de capturar dados e receber malwares. Geralmente recebemos e-mails pedindo para acessar tal link para atualizar informações bancárias online. NÃO CLIQUE nestes links. Caso você não tenha lembrado de algum aviso de seu gerente que receberá um link via e-mail. Caso haja dúvidas, ligue para seu banco e pergunte a veracidade da informação.
  • Nos sistemas operacionais, habilite a opção para enxergar as extensões dos arquivos e evite clicar em arquivos com terminações EXE, VBS, SCR (Nos sistemas Microsoft Windows) principalmente vindo de locais não confiáveis. Desconfie sempre.
  • Mantenha sempre o seu navegador atual atualizado, assim impossibilita de algum ataque explorando alguma vulnerabilidade em navegadores desatualizados.
  • Sempre utilizar softwares antivírus robusto e com tradição e reconhecimento de mercado. Atualmente existem vários, porém não vá no primeiro. Sempre procure a melhor opção e qualidade para nos manter protegidos. O ideal é procurar um especialista em segurança da informação para te auxiliar se for o caso.
  • E nos casos em que você tenha sido atacado com um Ransomware ou até outros tipos de Malware, primeiramente desconecte-se totalmente da internet ou da rede local da sua empresa e procure pelo Software para removê-lo. Identificado o programa, procure um profissional de TI para te ajudar a reverter esta situação e realizar, com segurança, os procedimentos necessários. Não recomendamos o pagamento do resgate de forma alguma, pois o financiamento do crime e o criminoso não te dará certeza absoluta de que seus arquivos e dados serão desbloqueados.

Bom gente, por hoje é só. Dei dicas básicas de como se proteger destes tipos de ataque e sempre é bom se manter seguro neste mundo virtual pois a cada dia, pessoas mais espertas estão a procura de falhas de segurança na rede a fim de promover um ataque ou até roubo de dados. Todo cuidado é pouco. Procure consultorias com quem entende do assunto. Caso queira falar com a gente, acesse nosso site.

Abraço a todos e qualquer dúvida ou informações, deixe um comentário, interaja conosco!

Vários sites com SSL no mesmo servidor, endereço IP e porta

Oi gente,

Dessa vez iremos abortar uma dúvida que muito gestor de servidor têm: Ao comprar um certificado SSL para meu site, será que terei que comprar um endereço IP para cada? A resposta é não! Vamos aprender hoje como colocar vários sites com SSL no mesmo servidor com o mesmo endereço IP e mesma porta (443). Lembrando que este tutorial é apenas para o Windows Server 2008 R2 Standard com IIS 8.

Continue lendo

Sistema de Digitalização de Documentos GED

Bauru apresenta sistema de gestão de documentos a gestores no Fórum de Cidades Digitais

Município reduziu custos e melhorou a tramitação de processos com a Gestão Eletrônica de Documentos

 Com uma solução caseira, Bauru (SP) vem economizando ao mesmo tempo em que agiliza os processos por meio da Gestão Eletrônica de Documentos (GED). O modelo desenvolvido pela equipe de TI da Prefeitura será apresentado a gestores durante o I Fórum de Cidades Digitais do Norte Pioneiro, que acontece no próximo dia 16 de fevereiro em Jacarezinho.

O evento, organizado pela Rede Cidade Digital (RCD) em parceria com a Prefeitura de Jacarezinho, irá reunir prefeitos, gestores e vereadores para tratar de aprimoramento dos serviços públicos e desenvolvimento dos municípios por meio de investimentos nas Tecnologias da Informação e Comunicação. As inscrições para o Fórum são gratuitas para servidores públicos e podem ser feitas pelo http://forum.redecidadedigital.com.br/

Sistema de Digitalização de Documentos GED
Sistema de Digitalização de Documentos GED

Melhoria na gestão da documentos

A circulação de documentos via meio digital tem resultado em redução de custos com papel, pastas e impressões. Segundo o coordenador de Informática da Prefeitura de Bauru, Wellington Silva, cerca de R$10 mil já foram economizados desde a implantação da solução em outubro do ano passado, com 80 fluxos criados de processos pequenos, isso representa menos de 1% dos processos tramitados no ano passado. A meta até o fim de 2017 é chegar 30% de todo o fluxo.

Silva também ressalta a melhoria nos procedimentos internos das secretarias. Atualmente, finanças, jurídico e desenvolvimento econômico, por exemplo, já atuam com o sistema. “As secretarias passaram a pensar nos fluxos”, observa ele. “O fluxo de papel é muito grande. Criamos 153 mil documentos físicos e 10 milhões de impressões em 2016. Nossa estimativa é economizar R$300 mil depois de toda a implantação”, conta o coordenador de Informática.

Outra ferramenta desenvolvida pela equipe de programadores da Prefeitura também possibilitou maior controle sobre as taxas de obras no município. “Hoje a Secretaria consegue ter uma visão de tudo que entra e quanto tem para arrecadar”, completa.

Fórum – Além de Bauru, haverá apresentação de iniciativas desenvolvidas em Jacarezinho, Wenceslau Braz, Santo Antônio da Platina e Ribeirão Claro, nas áreas da Saúde, Internet Gratuita, Georreferenciamento e Segurança. O evento também contará com a participação do coordenador de Ciência e Tecnologia do Estado, Evandro Razzoto, para tratar de políticas públicas disponíveis aos municípios.

O diretor da RCD, José Marinho, explica que o objetivo do Fórum é estimular investimentos, promover a troca de experiência e aproximar gestores de soluções que visam dar eficiência à máquina pública e melhorar a qualidade de vida da população por meio da tecnologia. O I Fórum de Cidades Digitais do Norte Pioneiro tem o patrocínio bronze da Nick Network e apoio da Associação dos Municípios do Norte Pioneiro (Amunorpi), Associação Brasileira de Internet (Abranet), Associação dos Municípios do Médio Paranapanema (Amepar) e União de Vereadores do Paraná (Uvepar).

FONTE: Artigo da Rede Cidades Digitais.

NetBIOS

Como habilitar ou desabilitar NETBIOS sobre TCP/IP no Windows Server

Olá pessoas!

Hoje dar um básico sobre habilitar e desabilitar o serviço de NETBIOS sobre TCP/IP. Para explicar melhor do que se trata, caso você tenha chegado até aqui neste post e ainda não saiba o que é NETBIOS, vou explicar:

NetBIOS
NetBIOS

NETBIOS é um acrônimo para Network Basic Input/Output System, ou em português Sistema Básico de Rede de Entrada/Saída.  De acordo com o Wikipédia, É uma API que fornece serviços relacionados com a camada de sessão do modelo OSI, permitindo que os aplicativos em computadores separados se comuniquem em uma rede local, não podendo ser confundido, portanto, como um protocolo de rede. Sistemas operacionais mais antigos executavam o NetBIOS sobre o IEEE 802.2 e o IPX/SPX usando os protocolos NetBIOS Frames (NBF) e NetBIOS sobre IPX/SPX (NBX), respectivamente. Em redes modernas, o NetBIOS normalmente é executado sobre TCP/IP através do protocolo NetBIOS sobre TCP/IP (NBT). Isso resulta que cada computador na rede possua um endereço IP e um nome NetBIOS correspondente a um (possivelmente diferente) nome de hospedeiro.




Geralmente, hoje em dia não se usa NETBIOS para serviços em aplicações de servidores, era comumente utilizado na rede interna de empresas. Portanto, se você possui um servidor de aplicações web, DHCP, Servidor de impressão ou servidor de arquivos, é recomendável a desabilitação deste serviço por motivos de segurança.

Para desabilitar ou habilitar no Windows Server 2003, siga os passos:

Iniciar > Painel de Controle > Central de rede e compartilhamento > Alterar as configurações do adaptador > [Selecione a interface de rede] > Clique com o direito e selecione Propriedades > Duplo clique na opção Protocolo TCP/IP Versão 4 (TCP/IPv4) > Na janela que surgir, logo abaixo das configurações de servidor DNS clique no botão Avançado > Selecione a aba WINS > Selecione sua opção no painel Configuração NetBIOS.

O sistema deixa como padrão, porém você pode configurar como para Desativar caso não use ou Ativar caso use o serviço de NETBIOS.

Configurações NetBIOS
Configurações NetBIOS

Para desabilitar ou habilitar no Windows Server 2012, siga os passos:

Iniciar > Painel de Controle > Central de rede e compartilhamento > Alterar as configurações do adaptador > [Selecione a interface de rede] > Clique com o direito e selecione Propriedades > Duplo clique na opção Protocolo TCP/IP Versão 4 (TCP/IPv4) > Na janela que surgir, logo abaixo das configurações de servidor DNS clique no botão Avançado > Selecione a aba WINS > Selecione sua opção no painel Configuração NetBIOS.

O sistema deixa como padrão, porém você pode configurar como para Desativar caso não use ou Ativar caso use o serviço de NETBIOS.

Configurações NETBIOS Windows Server 2012
Configurações NETBIOS Windows Server 2012

 

Recomendo caso não use NetBIOS, feche as portas correspondentes no seu Firewall

É caro amigo, as portas do seu servidor são como as portas de sua casa, caso não estejam sendo usadas por algum serviço, FECHE-AS! Portanto, claro, caso você não esteja usando o serviço de NetBIOS em seu servidor seja ele VPS, dedicado ou qualquer outro local e/ou internet. As portas deste serviço são 135, 138, 139 e 445. Para fechar, veja as regras do Firewall do seu servidor e bloqueie as portas tanto de entrada como saída.

Definição de NETBIOS: https://pt.wikipedia.org/wiki/NetBIOS

Bom pessoal, por hoje é só! Ao logo da semana vou encontrando um tópico relevante para a gente escrever! Abraço a todos!

 

Como fugir dos crimes mais comuns na internet

Dicas: Veja como fugir das fraudes mais comuns na internet

Apoio: Criminosos atualizam velhos golpes aplicados na praça, agora com ajuda da plataforma digital. Delegado chama atenção aos comportamentos de risco.

Nada melhor do que atualizar os dados bancários no aconchego do lar, não é ? Basta uma ligação do banco e problema resolvido. É contando com essa expectativa que bandidos se passam por representantes de instituições bancárias para coletar dados pessoais de inúmeras vítimas e assim realizar diversos tipos de fraude. Em boa parte dos casos, a própria vítima fornece as informações, sem sequer imaginar que está colaborando com o criminoso.

Como fugir dos crimes mais comuns na internet
Como fugir dos crimes mais comuns na internet

“As pessoas precisam saber que nenhuma instituição financeira faz atualização ou complementação de dados por telefone ou por meio eletrônico”, afirma o coordenador do Grupo de Repressão aos Crimes por Meios Eletrônicos (GME), delegado João Cavadas. Ele lembra ainda a importância de evitar repassar dados pessoais por telefone para desconhecidos e ter cuidado com cópias de documentos.

De acordo com o delegado, com dados pessoais, como nome completo, RG, CPF e data de nascimento, é possível fazer contratação de serviços sem a necessidade de apresentação de documentos originais, o que facilita a ação dos bandidos. Por isso, ele orienta bastante cautela na divulgação dessas informações, principalmente nas redes sociais. “Quanto mais conhecimento uma pessoa má intencionada tem ao seu dispor, maior será a facilidade desta se passar pela vítima”, explica.

A promessa de dinheiro fácil também costuma atrair boa parte das vítimas, diz o especialista. Promoções mirabolantes e e-mails com destinatários desconhecidos também devem ser ignorados. Para Cavadas, as fraudes cometidas atualmente são as mesmas aplicadas há anos, mudando apenas a plataforma utilizada.

“São crimes aplicados, na maioria das vezes, aproveitando-se da cobiça das pessoas em ser beneficiadas com dinheiro, produtos, serviços ou, até mesmo, comodidade”, continua, citando o famoso ‘conto do paco’, como ficou conhecida a ação de bandidos que oferecem ‘recompensas’ em troca de uma ação simulada por eles, resultando no furto da vítima. Outro golpe comum hoje realizado com a ajuda de meios digitais é a venda de produtos a preços muito abaixo do mercado, quando, na verdade, eles nem existem.

FONTE: Assessoria de Comunicação da S.S.P. da Bahia.

Segurança da Informação

Senac lança pós-graduação em Segurança da Informação para 1° semestre de 2017

Curso da instituição poderá ser realizado a distância em qualquer local do país; inscrições abertas até 2 de março

Devido aos riscos que as informações estão correndo hoje no ambiente cibernético, as empresas estão cada vez mais estruturando áreas de Segurança de TI. Para os profissionais que desejam se preparar para esse segmento, o Senac lança a pós-graduação a distância em Segurança da Informação para o primeiro semestre de 2017. O objetivo do curso é preparar profissionais para melhorar a confidencialidade, integridade e disponibilidade das informações trafegadas pelos indivíduos e empresas, a fim de construir um ambiente estritamente seguro onde a informação é o bem mais importante.

A nova pós-graduação tem a finalidade de formar profissionais capazes de desenvolver metodologias, processos e procedimentos para a proteção e a governança das questões de segurança da informação das organizações, de modo a aplicar padrões de mercado e políticas de segurança. “Os profissionais dessa área vem sendo disputados por empresas. Todos querem e precisam de um profissional qualificado para proteger e administrar a segurança de todas as informações que são geradas. É uma das áreas mais propícias ao desenvolvimento de uma carreira”, afirma Vladimir Esteves, professor e coordenador do curso Segurança da Informação do Senac EAD.

A especialização em Segurança da Informação, ministrada pelo Senac EAD, é voltada para graduados nas áreas de computação e para interessados nesse segmento. O curso prevê diversas situações de ensino nas quais o conteúdo é trabalhado de forma contextualizada no ambiente virtual de aprendizagem.

Veja também: Dicas de segurança na internet

Para Márcio Roberto Seraggi, coordenador das áreas de redes e infraestrutura do Senac São Paulo, a proposta do curso lançado é abrangente e está dividida em três blocos de conhecimentos. “Eles começam com os aspectos gerais da segurança da informação em redes computacionais, dispositivos wireless e cloud”. Em seguida, complementa Seraggi, o curso aborda a “organização da informação”, visando definir políticas e procedimentos voltados à segurança da informação, que incluem auditorias, criptografias e forense computacional. “A grade é finalizada com todos os aspectos ligados à gestão da segurança da informação, complementada com gestão de riscos e continuidade dos negócios”, descreve o especialista da instituição.

Durante a especialização a distância, os conhecimentos prévios dos alunos também são aproveitados como ponto de partida para a construção de novos aprendizados. Nesta modalidade do Senac, é preciso realizar uma avaliação presencial por semestre no polo escolhido no momento da matrícula. Há polos presenciais para a oferta EAD em todo território nacional, atualmente são 289 polos em todo país. Além da capilaridade da rede, a instituição é pioneira no ensino a distância, desde 1947, e foi avaliada com nota máxima (5) do MEC.

Pós-graduação

Os 26 cursos a distância, sendo quatro deles novos (Cloud Computing, Segurança da Informação, Inovação e Empreendedorismo em Negócios Turísticos Sustentáveis, e Gestão de Saúde), são ideais para quem não dispõe de tempo para deslocamento e precisam de mais flexibilidade no estudo. O Senac conta com a maior rede de ensino a distância do país, com 289 polos em todos os estados brasileiros.

Sobre o Senac EAD

Com 70 anos de atuação em educação profissional, o Senac foi pioneiro no ensino a distância no Brasil. A primeira experiência nesta modalidade se deu em 1947 com a Universidade do Ar, em parceria com o Sesc, que ministrava cursos por meio do rádio.

Em 2013, com o lançamento do portal Senac EAD, a instituição ampliou a sua atuação em todo o país. Hoje, oferece um amplo portfólio de cursos livres, técnicos, de graduação, pós-graduação e extensão a distância, atendendo todo o país e apoiados por mais de 289 polos presenciais para avaliações.

Neste ano, os cursos superiores a distância foram reconhecidos com nota máxima, 5, da comissão de recredenciamento do MEC para o Centro Universitário Senac.

Acesse a programação completa de cursos do Senac EAD em www.ead.senac.br. Há também uma programação diversificada de cursos presencias que pode ser conferida em www.senac.br.

Serviço

Pós-graduação em Segurança da Informação

Investimento: R$ 6.649 – 18 parcelas de R$ 369,39 no boleto bancário (sujeitas a reajuste a partir da 13ª parcela).

Desconto de 20% para comerciários e dependentes

Duração: 18 meses (360h)

Taxa de inscrição: R$ 20

Inscrições exclusivamente pelo site: http://www.ead.senac.br/pos-graduacao/

 Novembro/2016

Biometria

Biometria nos serviços federais começa pela Saúde

O Ministério da Saúde será o primeiro órgão da administração pública federal a utilizar os serviços de biometria proposto pelo governo federal para todos os programas sociais. Com isso, os pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) poderão ser identificados pela digital. A política, construída a partir de uma parceria com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), irá proporcionar maior segurança no registro e acesso de informações dos cidadãos, além de contribuir para evitar fraudes.

Biometria
Biometria

O projeto piloto para o novo modelo de identificação deve começar em serviços ofertados pela atenção básica já a partir do próximo ano. O acordo foi fechado, nesta terça-feira (16), em reunião entre o ministro da Saúde, Ricardo Barros, e o secretário de Tecnologia da Informação do Ministério do Planejamento, Marcelo Pagotti.

Para o ministro da Saúde, Ricardo Barros, este será um importante passo para o aperfeiçoamento dos sistemas em saúde. “Estamos fazendo um esforço enorme para acelerar a informatização no SUS, que é uma prioridade na minha gestão. Estamos conseguindo a adesão de muitos parceiros e não tenho dúvidas de que irá melhorar os serviços de saúde”, avaliou.

Ainda segundo o ministro, a biometria irá permitir a disponibilização segura do prontuário eletrônico do paciente, já iniciado a partir do Cartão SUS – identidade do cidadão no acesso aos serviços de saúde público e privados.

O secretário de Tecnologia da Informação do Ministério do Planejamento, Marcelo Pagotti, parabenizou o pioneirismo. “O Ministério da Saúde saiu na frente na implementação da biometria para simplificar o atendimento aos brasileiros. Os dados do TSE serão utilizados para garantir a plena identificação dos cidadãos e a segurança de seus dados. A Secretaria de Tecnologia da Informação dará total apoio na implementação deste projeto, que revolucionará os serviços públicos”, disse.

O uso da biometria para identificar cidadãos nos bancos de dados ou em serviços públicos faz parte de uma política de governo para aperfeiçoar os programas sociais a partir de uma parceria com o TSE para utilização da base biométrica.

Via Convergência Digital.