Veja benefícios de ter um sistema de gestão escolar

Neste post, vamos ver um pouco sobre os benefícios, valores, conceitos e na verdade o que são softwares de gestão escolar e o que isso pode te ajudar na gestão da sua escola.

Sabemos que com o avanço contínuo da tecnologia, ficou cada vez mais fácil e rápido executar ações antes embora complexas e demoradas, podemos executar sem erros em segundos. Como por exemplo, fazer histórico de alunos no âmbito escolar, escolas que antes demoravam até uma semana para entrega do documento hoje em dia, as que usam um sistema de gestão escolar, podem entregar no mesmo dia. E isso é possível com o investimento do gestor e adaptação para uso em sua escola.

Sistema de Gestão Escolar ONLINE
Sistema de Gestão Escolar ONLINE

O que é um software gestão escolar?

O conceito de gestão escolar nos remete ao gerenciamento e administração de uma determinada instituição de maneira eficiente. O objetivo da gestão escolar, portanto, é organizar todas as áreas, aspectos e determinantes para que o processo fim (a educação) ocorra de maneira eficaz, garantindo seu objetivo principal, que é a aprendizagem efetiva por parte dos alunos.

O software de gestão escolar é na prática, um sistema que faz o controle de todos processos da escola: financeiro, contábil, recebimento, retenção entre outras tarefas que são indispensáveis para a gestão escolar.

Atualmente, diante de tantas possibilidades digitais e do avanço tecnológico, os softwares de gestão escolar estão em pauta. A automatização garante uma integração de todos os fatores do processo educacional (tanto a atividade fim como as atividades à sua volta) garantindo, assim, uma gestão eficiente. Mas, quais são os benefícios desse tipo de ferramenta? Conheça a seguir.

Benefícios dos softwares de gestão escolar

Os benefícios ligados à utilização desse tipo de ferramenta são diversos. Para começar, citaremos:

  • Aumento na captação de alunos;
  • Diminuição da evasão escolar;
  • Diminuição dos níveis de inadimplência;
  • Controle e gestão financeira eficiente;
  • Aumento da produtividade das equipes envolvidas;
  • O foco passa a ser o cliente e não os processos operacionais;
  • Melhoria na tomada de decisão das áreas gerenciais;
  • Fidelização de clientes (pais e responsáveis).

Como lidar com a inadimplência no mercado

Sabemos que a inadimplência é algo com que todas as instituições precisam lidar. E por poderem prejudicar o andamento de algumas atividades e projetos, é importante preparar-se para ela. Mas, como?

  • Conheça os pais e o seu aluno: a melhor maneira é através de formulários e reuniões mensais. O software auxilia no cadastramento dos estudantes!
  • Tenha um departamento financeiro estruturado: aqui também entra o software de gestão, pois ele auxilia no gerenciamento das finanças da escola, ajuda a saber quem está inadimplente e acompanhar as datas de vencimento;
  • Cobrança automática;
  • Departamento jurídico preparado.

Como você pôde perceber, fica muito mais fácil lidar com a inadimplência quando se tem um software de gestão escolar, não é mesmo? Mas, quais as outras vantagens e oportunidades dessa ferramenta?

Vantagens e oportunidades

Dentre as mais diversas vantagens e oportunidades, podemos destacar:

  • Flexibilidade no controle da instituição;
  • Segurança através de senhas com criptografia e dados armazenados em um servidor;
  • Necessidades e demandas reunidas em um só espaço;
  • Possibilidade de análise de perfil dos pais e alunos;
  • Melhor gerenciamento de pagamentos e recebimentos;
  • Emissão de relatórios de inadimplência, recebimentos e pagamentos.

Agora que entendemos o conceito de gestão escolar e os benefícios e vantagens do software de gestão escolar, você têm interesse no sistema? Conheça o sistema de gestão escolar da Websign Sistemas, entre em contato conosco clicando aqui para solicitar um orçamento grátis!

Governo quer prontuário eletrônico nos postos de saúde em até 60 dias

Atualmente, dos 41.688 postos de saúde em funcionamento, apenas 24% utilizam prontuários eletrônicos

Postos de saúde de todo o país terão 60 dias para implementar o prontuário eletrônico, sistema que deve trazer dados como o histórico dos atendimentos feitos aos pacientes e resultados de exames, entre outras informações.

O prazo foi anunciado nesta quinta­-feira (6) pelo Ministério da Saúde. Segundo a pasta, as unidades que não se adaptarem ao novo modelo até o início de dezembro poderão ter recursos federais voltados à atenção básica cortados. Hoje, esses recursos, que custeiam programas como o Saúde da Família, por exemplo, correspondem a R$ 10 bilhões ao ano.

Prontuário Eletrônico
Prontuário Eletrônico

Apesar do projeto, dados do próprio ministério mostram que a implementação do prontuário pode ser alvo de impasses. De 41.688 postos de saúde em funcionamento no país, só 10.134 já utilizam prontuários eletrônicos –o equivalente a apenas 24%. O restante, ou 76%, ainda registram atendimentos e histórico dos pacientes em papel.

Desde 2014, a pasta também repassa recursos para ampliar o acesso à internet nas unidades de saúde. Ao todo, 8.000 já receberam verbas para ampliar as conexões –destas, no entanto, só 4.800 enviam dados por sistema eletrônico. O ministério não informou o total de unidades ainda sem acesso à internet.

Questionado, o ministro da Saúde, Ricardo Barros, afirma que não deve haver problemas para a implementação. Segundo ele, dados do Ministério das Comunicações apontam que todos os municípios têm ao menos um ponto de internet banda larga.

Caso uma unidade não puder realizar a implementação, afirma, deve enviar uma justificativa para que o caso seja analisado e para que o governo possa tomar medidas até o cumprimento do prazo.

“Alguns municípios reportarão dificuldades. Vamos apoiá­los para que recebam a conectividade e veremos como proceder as informações para os municípios mais distantes, mais remotos”, disse. “Quem não puder estar no sistema vai ter que justificar, senão para de receber o PAB [recursos do piso da atenção básica]”, afirma ele, para quem os dados devem ser utilizados para verificar a aplicação dos recursos na rede e para ter maior controle dos atendimentos. “Vai dar para saber o lugar na fila? Deus ajude que sim. Não estou propondo isso, mas espero que o sistema nos ajude a ver isso”, afirmou.

Biometria – Para implementar o sistema, o ministério afirma que irá oferecer uma nova plataforma gratuita de envio de dados a todos os municípios. Cidades, no entanto, também podem optar por usar um sistema próprio, informa.

A plataforma, chamada de e­SUS AB, deve trazer espaço para que sejam gravados dados de consultas realizadas e diagnósticos, procedimentos realizados, resultados de exames e disponibilidade de medicamentos na rede.

O ministério também afirma que vai implementar, até 2017, serviços de biometria nas unidades de saúde, por meio de uma parceria com o Tribunal Superior Eleitoral. O objetivo é evitar fraudes. Segundo Barros, a pasta também estuda ampliar os serviços de telemedicina, em que médicos dos postos de saúde podem recorrer a especialistas de várias áreas para analisar os casos em conjunto.

Via Folha de São Paulo.

Prefeitura de Natal adota sistema de gestão de correspondência eletrônica entre secretarias

Na busca por economia e mais agilidade na comunicação entre as suas secretarias, a Prefeitura de Natal passa a adotar um sistema de gestão de documentos eletrônicos, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Planejamento (Sempla). O sistema já foi testado como projeto piloto durante um mês pela Secretaria de Tributação e pela Procuradoria Geral, apresentando resultados satisfatórios.

Prefeitura de Natal
Prefeitura de Natal

Os bons resultados levaram à publicação do Decreto-Lei 11.093, no último dia 8, pelo prefeito Carlos Eduardo, determinando “a utilização do Módulo de Documentos previsto no Sistema de Controle de Informações – PMN como principal ferramenta de comunicação oficial entre os de órgãos da estrutura municipal”. Pelo Decreto, os órgãos municipais têm 30 dias para se adequarem ao novo sistema de troca de correspondência.

“Esse sistema vem trazer mais agilidade e facilitar a comunicação entre as secretarias, além de promover uma grande economia em insumos, como papel e tinta de impressora”, argumenta a chefe da Coordenadoria de Tecnologia de Informação da Sempla, Carolina Barbosa. Segundo ela, a adoção do sistema de correspondência eletrônica partiu de uma orientação do Conselho Municipal de Desenvolvimento, considerando ” os princípios da celeridade, economicidade e da eficiência administrativa”.

Considerando os avanços tecnológicos, que possibilitam melhorias na gestão das correspondências oficiais, Carolina Barbosa diz que uma luta a ser travada é a do uso do papel, “uma cultura que precisa ser vencida”. Ela ressalta que nos 30 dias do projeto piloto mais de 500 documentos transitaram pelo sistema, sem papel e com tempo médio de três dias, quando antes era de cinco. Os resultados foram apresentados em reunião com todos os coordenadores de TI dos órgãos municipais.

Segundo o Decreto municipal, o sistema de correspondência eletrônica deve ser utilizado na modalidade “Ofício” para as comunicações externas e na modalidade “Memorando” para as comunicações internas. Cada órgão deve gerenciar o cadastramento de seus usuários e a implantação do sistema, cabendo a SEMPLA a gestão e manutenção do sistema. Ficam fora da nova modalidade de correspondência, “ as comunicações despachadas em processos administrativos”. O Decreto prevê, ainda, que a comunicação ” deve atender às formalidades hierárquicas, não sendo permitidas as comunicações diretas entre departamentos ou setores de um órgão com outro órgão ou seus departamentos e setores”.

Via Agora RN.

Importância de sistemas de gestão online

Veja como é importante o uso de sistemas de gestão online

A internet hoje conta com muitos acessos, isso é fato. Visto que cada vez mais, empresas como a WEBSIGN vem criando idéias de como tornar a internet cada vez mais produtiva para empresas, fazendo com que agilize seus processos internos.

Por isso, para cada vez mais aumentar a produtividade da empresa ou negócio com uso dessa ferramenta extremamente útil hoje em dia, foi que a WEBSIGN criou seus SISTEMAS DE GESTÃO ONLINE. Sistemas de gestão online, antigamente e até hoje ainda se usam softwares desenvolvidos para serem instalados em PCs, como instalamos reprodutores de vídeos, etc. Isso faz com o que o programa (software) se limite restringindo uso somente no PC que o usuário instalou, impossibilitando do mesmo controlar seus processos em outro lugar ou até mesmo o PC venha a ser quebrado o usuário perderá todas as suas informações caso não tenha feito Backup.

Vendo esse problema, que a WEBSIGN criou um sistema sendo que o diferencial dele é que é rodado Online, ou seja, como um site na internet.

A partir desde aspecto, vemos que não seria viável a criação de um sistema universal, com muitos módulos onde o usuário teria dificuldades. Então, para que o usuário não gaste muito com módulos desnecessários, criamos:

Com isso, cada negócio criamos seu respectivo sistema gerando menos custos com desenvolvimento de ferramentas e frameworks.

Gostaria de um orçamento? Entre em contato conosco acessando nosso site e comprove como nossos preços são realmente baixos.